Login:

Enviar

Voltar

História da Fazenda  


Fazenda dos Lôbos


Contar a história da Fazenda dos Lobos é muito mais que descrever a história de um lugar. É contar a história de uma família que se dedicou a uma terra e criou nela laços de amor que foram capazes de gerar grandes realizações. É a história da família Junqueira.
A Fazenda dos Lobos, situada no Sul de Minas, teve sua sede instalada no dia 22 de fevereiro de 1907. Na época, uma grande quantidade de lobos habitava a região, o que, naturalmente inspirou o nome da fazenda .


A terra que originou a Fazenda dos Lobos era parte da propriedade da imponente Fazenda Campo Lindo, que pertencia ao casal "Tia Biela e Tio Jonga". Após mudarem para São Paulo, os proprietários da Fazenda instituíram a José André, cunhado de "Tia Biela", a missão de construir a sede da Fazenda dos Lobos.



Posteriormente, José André e a esposa também mudaram para São Paulo e, no dia 02 de Agosto de 1927, a Fazenda dos Lobos tornou-se patrimônio do distinto senhor José Bento Junqueira de Andrade, o saudoso "Bentinho", sobrinho da “Tia Biela”.



No dia 24 de setembro de 1927, Bentinho casou-se com Carmita, cujos avós maternos eram proprietários da Fazenda Traituba e avós paternos da Fazenda Bela Cruz. Bentinho e Carmita tiveram 7 filhos. Maria Célia, Aníbal, Maristela, Iêda, Haroldo, Daisy e Paulo César. Ainda na infância, vítimas de pneumonia morreram Maristela e Haroldo.



Para Dona Carmita, a “menina dos olhos” era seu jardim, sempre impecável e bonito causando admiração de quem visitava a fazenda. Para Bentinho, o lugar era sempre encantador e ali "a chuva não adoecia" tamanho o amor que tinha pelo local.



Quem visitava a fazenda, era muito bem recebido por Bentinho que se entusiasmava ao mostrar o curral com o gado holandês vermelho e branco, os cavalos de raça mangalarga e mangalarga marchador, os cachorros de caçada, e de modo muito especial, o carro de boi e a boiada, que eram sua grande paixão.



O casal morou nesta agradável fazenda por cerca de 60 anos e foi lá que criaram seus 5 filhos e receberam com grande carinho, genros, noras e muitos netos. Com 65 anos de casados, Bentinho e Carmita celebraram suas Bodas de Brilhante, na cidade de Cruzília, em Minas Gerais.



Após a morte do casal, (Carmita com 86 anos e Bentinho com 88 anos, apenas 36 dias após a morte de sua querida Carmita) Paulo César, o filho mais novo, assumiu a administração da fazenda.



Paulo César herdou do pai, o grande amor pela terra, especialmente a Fazenda dos Lobos e com grande dedicação deu continuidade ao trabalho que ele iniciou. E esse laço de amor herdado do pai, Paulo César hoje passa a seus filhos, netos. Seu sonho é ver a história de sua família preservada. História de vida de uma família batalhadora e que tem orgulho de sua terra.



Hoje a Fazenda dos Lobos, com sua primorosa criação de cavalos da raça Mangalarga Marchador, continua bonita, aconchegante e gostosa de visitar.